terça-feira, 24 de julho de 2007

Teoria x Prática

A dicotomia é antiga. Existem pessoas que são teóricas por natureza e outras pragmáticas. Dificilmente encontraremos um equilíbrio balanceado em um único indivíduo, pois a mistura é um pouco indigesta. Creio que me encontro no primeiro grupo. Sei disso, pela facilidade que tenho em planejar e a dificuldade que tenho em executar. Sempre vi isso como um grande defeito, afinal muitos planos teorizados de forma excelente ficaram engavetados pela dificuldade que encontro em colocá-los em prática. No entanto, não invejo os pragmáticos, aliás, eles me incomodam. Sou avesso ao tipo de pessoa que mal absorve um conceito e logo deseja praticá-lo sem a devida reflexão. Mal saboreia uma idéia e logo quer digeri-la em pragmatismo inconseqüente. Admito a ineficácia de minhas teorias engavetadas, mas abomino o pragmatismo impensado, desprovido de motivação consciente, mensurado por resultados numéricos, previsivelmente antecipado nos gráficos e enlatado em respostas prontas empurradas garganta abaixo de todos. Não acho que a “vida pratica” seja assim tão prática. Se fosse, alguém já teria inventado um manual onde todas as possíveis situações tivessem uma resposta pronta e imediata. Não acredito nos guias de solução de problemas, pois eles não funcionam nem mesmo na “prática” tecnologia moderna. Não creio que toda causa gere o mesmo efeito, não creio que toda oração não respondida seja sintoma de falta de fé. Também não acredito que pra todo problema existe um procedimento padrão ou que pra todo sofrimento existe uma razão. Seria muito prático se fosse assim. Pra mim, a vida é mais complexa, pelo menos sob a ótica que observo. Seres humanos são enigmáticos, imprevisíveis e a vida se desenrola como uma maré oscilante e indomável. E quer saber? Isso é bom. Se a vida fosse assim tão prática seria insossa, previsível e sem graça. Já imaginou? O ano inteiro sob temperatura de 20ºC sem uma tórrida tarde de verão ou uma noite fria pra ficar debaixo do edredom? Gosto de acordar de manhã e ser surpreendido por um dia chuvoso, e me sinto bem em não ter controle absoluto sob o meu dia. Gosto de não ter resposta pra tudo e gosto de esperar pelo inusitado. Gosto de ser surpreendido por Deus.
E detesto ser interrompido em meus devaneios teóricos por um pragmático que venha me lembrar que enquanto eu curto a chuva, a vida não pára. Mas, eles também têm razão, aliás, nós dois temos. Teoria sem prática é teoria inoperante, e pragmatismo sem teoria é pragmatismo burro.
Talvez a vida seria melhor se os teóricos abrissem mão de pensar tanto e colocassem um pouco a mão na massa ou se os pragmáticos pisassem no freio e pensassem um pouco mais. Talvez chegaríamos a uma consciência melhor e resultados melhores, se deixássemos de lado nossas manias e déssemos as mãos em busca de um resultado prático de uma teoria bem pensada. Talvez...mas isso tudo também é apenas uma teoria.

3 comentários:

Joferson disse...

Esse é o meu Pastor !!!! O Blog ficou D+ e tem a sua (:l)
Parabéns...

Achei super interessante esse tema sobre teoria e prática e gostaria de compartilhar uma história que aprendi a pouco tempo atrás.

Um pragmático de 5 anos pegou a sua pequena bicicleta e saiu de casa como um foguete para ir a escola porque estava atrasado.

Seu amiguinho teórico de 7 anos vendo de longe aquela cena dramática gritou... Ei pragmático, porque você não MONTA na bicicleta ? É muito mais rápido do que ficar empurrando !!!

O pragmático já com a lingua de fora olhou para o amigo e disse:

"Não dá tempo, estou atrasado..."

Um grande abraço,

Rosana Garcia disse...

Olá pastor Mateus ..estive no acampamento em fevereiro ..A Marca e nossa nem sabia que tinha blog , eu simplesmente adorei esse texto , me identifico totalmente sendo alguém completamante
teórica...tenho gavetas e gavetas de projetos sem colocá-los em pratica e muitas vezes , começo e não termino.
Um grande abraço , estarei passando sempre aqui agora .
Olha , Canto do Céu aqui em sampa tá um super sucesso nas rádios ein, e eu me orgulho te têlos conhecido ...
P.S. O Joserfon e suas histórias né ? ahahahahaha!!!
Um grande abraço.

Bruno Oliveira disse...

Eu gostei muito desse texto Pastor. Ele também tem a minha cara, só que eu não consigo planejar nada, faço tudo do jeito que chega, da forma que fico sabendo, as vezes sinto que me falta conhecimentoo teórico para executar algumas coisas.

Mas isso ai com o tempo podemos aprender como equilibrar as coisas.

E realmente Jofeson Elias e suas histórias!!
haha

Abraço

 

.